Quão seguros são drones?

Comentário da Diretoria: Devem estar em estudos os seguros para o equipamento Drone bem como a Responsabilidade Civil do proprietário, por seu uso e manutenção. Indenizações por danos a terceiros sejam às propriedades destes como principalmente danos corporais, alguns irreversíveis, podem assumir valores astronômicos. O consumidor que usa o Drone precisa ficar atento a esta realidade.

O menino Oscar Webb perdeu a visão de um dos olhos depois de ser atingido pela aeronave não tripulada.

O acidente aconteceu no jardim da casa onde o menino mora, em Worcestershire, quando Simon Evans, amigo da família que operava o drone, perdeu o controle do equipamento.

Segundo Evans, o drone ficou menos de um minuto no ar antes de cair. “Enquanto eu tentava pousá-lo, ele cortou uma árvore e rodou”, diz.

Em seguida, ele viu foi o menino no chão, chorando.

Oscar foi socorrido e os médicos tentaram recuperar o olho, mas a hélice do drone feriu o nervo ótico do garoto.

Sua mãe relembra que viu algo que parecia ser “a metade inferior do olho dele” enquanto o acompanhava na ambulância. “Foi a pior coisa que já vi”, conta.

“Soubemos logo que as perspectivas para a visão de longo prazo de Oscar eram muito ruins”, afirma Faye Mellington, médica que liderou o atendimento do menino.

Por isso, o olho direito precisou ser removido. Ele passará por mais intervenções cirúrgicas antes de receber uma prótese.

“Dada a popularidade e ao uso comum (dos drones), inevitavelmente veremos outros casos (de acidentes)”, opina a médica.

Tentando evitar esses casos, o departamento de aviação britânico lançou um manual de segurança para a operação de drones.

Mais recomendações devem ser redigidas em 2016.

 

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/quao-seguros-sao-drones-bebe-de-18-meses-perde-olho-ao-ser-atingido-por-artefato,a80c46ce9060ccc77110277d78b3354d9rgq7q14.html

 

 

Deixe uma resposta

Sem anúncio

%d blogueiros gostam disto: