Relatório ambiental do Arco disponível

Imagem: JcOnline

O Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) e a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) publicaram ontem o edital de divulgação da nova versão do Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do segundo lote do Arco Rodoviário Metropolitano do Recife. Esse trecho é o menos problemático em termos de impacto ambiental e por isso foi o primeiro a ter o EIA-Rima publicado para, justamente, acelerar o processo burocrático de lançamento da obra, prevista para começar no segundo semestre de 2015. O trecho dois do Arco Metropolitano envolve a construção da estrada que vai ligar a BR-408 em Paudalho à BR-101 Sul no Cabo de Santo Agostinho, próximo ao Hospital Dom Hélder Câmara, fazendo conexão com a BR-232, na altura de Moreno.O primeiro lote, que gera mais passivos ambientais, ainda terá o EIA-Rima publicado. Esse trecho envolve a parte da estrada que ligará a BR-408 à BR-101 Norte, em Goiana.

“O lote 2 é menos problemático, tem menos impactos ambientais, pois passa por área com influência humana. Não há nesse trecho nenhum maciço de vegetação. Foi dada prioridade pelo Dnit e CPRH para ser licenciado logo, de forma a iniciar a obra mais rapidamente”, considerou o presidente da Agência de Meio Ambiente (CRPH), Paulo Texeira. Ele comenta que as duas instituições resolveram separar o projeto original do Arco em dois lotes por causa disso.

O lote um, no projeto original, passava pela unidade de conservação Gurjaú, na Mata de Aldeia, localizada entre Moreno e Jaboatão, local de mananciais e nascentes de rios, gerando clamor na sociedade civil e inviabilidade da obra. Para o novo desenho do lote 1 é esperado que a pista do Arco Metropolitano faça o contorno da mata.

Sobre o lote 2 apresentado ontem para consulta pública, Texeira diz que o novo projeto trouxe modificações importantes. “Acredito que por falha de impressão, o EIA-Rima anterior não apresentava o trajeto total do empreendimento. Eles agora colocaram o local das pistas de rolagem, todas elas. Ou seja, diz exatamente onde começa, onde termina e por onde passa, além de quantas faixas de tráfego tem. Essa foi a principal melhoria, as outras são mais técnicas”, salientou.

Com a publicação do EIA-Rima ontem, começa na segunda-feira (10) a contagem de 60 dias para a finalização do processo de estudo ambiental da obra. A audiência pública está marcada para 35 dias depois, devendo ocorrer no dia 15 de dezembro. Ao final desse prazo, se o parecer for favorável, a CPRH emite a licença prévia (LP), liberando o DNIT para lançar o edital que vai contratar a empresa que fará o projeto e a execução da obra.

Caso haja novas exigências durante esse período, o tempo de contagem é suspenso até que o departamento nacional adeque o projeto. O Arco Metropolitano está orçado em R$ 1,2 bilhão.


Fonte: http://jconline.ne10.uol.com.br/

Roubo e furto de caminhões crescem 33,56% em três meses

aumento-de-roubo-de-caminhão2

Dados divulgados pelo Grupo Tracker apontaram que o número de caminhões roubados e furtados no Brasil cresceu 33,56% nos últimos três meses em comparação com o segundo trimestre do ano.

Entre julho e setembro foram registradas 195 ocorrências ante os 146 chamados dos meses de abril, maio e junho. O número também é maior do que o assinalado no terceiro trimestre de 2013 (160 eventos).

Os modelos mais visados para roubo e furto em 2014 são Hyundai HR, Mercedes Benz Axor, Volkswagen 24250, Ford Cargo e Iveco Daily. Confira abaixo o ranking completo:

RK
MARCA/MODELO
HYUNDAI – HR
MERCEDES BENZ – AXOR
VOLKSWAGEN – 24250
FORD – CARGO
IVECO – DAILY
IVECO – STRALIS
VOLVO – FH440
SCANIA – G420
MERCEDES BENZ – 1620
10º
SCANIA – R440
11º
MERCEDES BENZ – ATEGO
12º
SCANIA – G400
13º
VOLKSWAGEN – 17280
14º
VOLVO – FH460
15º
SCANIA – R124
16º
RANDON – SEMI REBOQUE
17º
VOLVO – FM370
18º
SCANIA – P340
19º
VOLKSWAGEN – 17250
20º
VOLVO – FH400

 

Fonte: http://revistaapolice.com.br/

Conheça as sete multas de trânsito que você não espera receber

Conheça as sete multas de trânsito que você não espera receber

Motoristas estão cansados de saber que basta um momento de descuido para levar uma multa. É só esquecer de colocar o cinto de segurança, falar ao celular enquanto dirige ou parar o veículo sobre a faixa de pedestres para receber alguns pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além de ter de pagar pela infração cometida. Mas disso, quase todo mundo sabe.

No entanto, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) pode pregar algumas peças nos condutores que não estiverem muito bem informados. Para que você não cometa uma atitude fora da lei e receba uma multa estranha na sua casa, o Carsale sugere que você dê uma conferida na galeria abaixo com as infrações mais inusitadas existentes na nossa legislação de trânsito.

  • Banho Sem Graça

Sabe aquelas poças d’água que se acumulam nas ruas? Então, passar com o carro sobre elas esguichando água nos pedestres ou veículos é considerado infração média. A mesma regra também vale para detritos. Isso rende ao motorista quatro pontos na CNH e uma multa de R$ 85,13.

  • Olha o escândalo, motorista

Se você costuma apertar a buzina excessivamente, repense sua atitude. Isso porque o CTB diz que utilizá-la de forma prolongada e sucessivamente a qualquer pretexto é infração. A ação gera três pontos na CNH e multa de R$ 53,20.

  • Devagar, mas nem tanto

Cuidado com o pé no freio, afinal também existe multa para quem roda devagar demais. Segundo o CTB, a velocidade mínima do carro não deve ser inferior à metade da velocidade máxima estabelecida para a via. Ou seja, se o limite máximo da rua é 60 km/h, a velocidade mínima a ser ser respeitada é de 30 km/h. Aos mais lentinhos, vale informar que a infração é média e está sujeita a quatro pontos na CNH e multa de R$ 85,13.

  • Sem furar a fila

Espertinhos de plantão: tentar fugir do trânsito seguindo o caminho deixado por um veículo de emergência (aqueles que usam alarmes sonoros e iluminação vermelha intermitente) é infração grave. Rende cinco na CNH e uma multa de R$ 127,69.

  • Se tem chuva, ligue já!

Se está chovendo, você não tem escolha: precisa acionar os limpadores de pára-brisa. É o que diz a lei. Caso você contrarie a legislação, a multa é grave. O condutor também leva para a casa cinco pontos na CNH e pagará R$ 127,69.

  • Solta o som com moderação

Essa é para quem curte ostentar um “som tunado”. Música no volume máximo também rende multa grave (cinco pontos e multa de R$ 127,69). A infração é para quem usar equipamento de som com volume acima do permitido pelo CONTRAN (80 decibéis). Além disso, o veículo é retido para regularização.

  • Parou? Pagou!

Ter o seu veículo imobilizado na via por falta de combustível, além de ser um constrangimento, é infração média. Isso custará R$ 85,13 no seu bolso e renderá quatro pontos na CNH. É bom prevenir, pois uma opção mais inteligente é investir essa grana em forma de combustível no tanque do seu carro, não é?


Fonte: http://noticias.carsale.uol.com.br/

Página 79 de 83« Primeira...102030...7778798081...Última »

Sem anúncio