Dicas para comprar com segurança durante a Black Friday

comprar-no-black-friday-com-segurança
Imagem: http://administradores.com.br

Às vésperas da Black Friday, que acontece nesta sexta-feira (28), vale ficar alerta aos golpes de internet motivados por empresas e indivíduos mal intencionados.

O coordenador do curso de Tecnologia em Sistemas para Internet do Centro Universitário Senac – Santo Amaro, Thiago Claro recomenda abrir os olhos para as questões de segurança nas compras on-line. Confira 4 passos para aproveitar os descontos da Black Friday sem transtornos nem arrependimentos:

1 – Informe-se

Antes de fazer uma compra em um site que você não conhece, procure saber o máximo possível sobre a empresa: é importante verificar se há reclamações sobre a loja em redes sociais e sites especializados. Outra dica é conferir a lista que o Procon-SP mantém atualizada, com as lojas virtuais para serem evitadas, pois já apresentaram problemas. Também procure se informar sobre as políticas de entrega e de troca da loja. Note que essas regras podem mudar em períodos de promoção, como a Black Friday.

2 – Observe

É importante ficar atento até mesmo a detalhes na própria página da loja, como se em algum lugar consta endereço, telefone e outras formas de contato além do e-mail. Também vale observar a existência de alguns “selos” ou “badges” conquistados pelo site a partir da avaliação por sistemas como o e-bit, que é baseado em pesquisas com os consumidores sobre a qualidade do site durante o processo de compra, pagamento e também depois da entrega do produto.

3 – Desconfie

Desconfie de ofertas muito absurdas, até mesmo para uma Black Friday, e de sites que exigem pagamento por depósito em conta bancária. Procure sites com sistemas de pagamento seguro e criptografia de dados; verifique na barra de endereços na página de pagamento se aparece https://. Ao invés de http, o https significa que se trata de um ambiente seguro e isso implica dados criptografados.

4 – Não facilite

Ao criar seu cadastro na loja virtual, é muito importante não utilizar a mesma senha do seu e-mail, do banco, cartões, etc. Essa é uma dica óbvia, mas que sempre vale a pena reforçar, pois a reutilização de senhas é um hábito que parece cômodo e bastante prático, porém é extremamente perigoso e muitas pessoas ainda mantêm esse costume.


Fonte: http://www.administradores.com.br/

Mercado Segurador comemora 50 anos da regulamentação da profissão de Corretor

sessão-solene
Foto: http://www.cqcs.com.br

Dia 29 de Dezembro de 1964 foi um dia histórico para a categoria dos Corretores de Seguros, a Lei nº 4.594/64 oficializou uma das mais importantes profissões da sociedade. Nos últimos 50 anos o mercado mudou drasticamente e a figura do Corretor passou a ter o destaque que sempre mereceu.

Para comemorar esse meio século de muitas conquistas – no ano em que a categoria entrou no Simples – a Câmara dos Deputados, representada pelo Deputado Federal e Presidente da Fenacor, Armando Vergílio, promoveu uma sessão solene, onde todas as entidades e Sindicatos puderam relembrar a trajetória do Corretor nos últimos 50 anos. Durante a sua apresentação, Armando falou da evolução da figura do Corretor: “Já há algum tempo, a nossa categoria figura entre as mais respeitadas pelo cidadão comum, oferecemos serviços de alta qualidade, 24 horas por dia, para consumidores cada dia mais exigentes, e representamos uma parte bem mais significativa no PIB do Brasil”.

Também falaram na solenidade, Marco Antonio Rossi (Presidente da CNSeg), Roberto Westenberger (Superintendente da Susep), Robert Bittar (Presidente da Escola Nacional de Seguros), Paulo dos Santos (Presidente do Ibracor). Dorival Alves, Presidente do Sincor-DF, falou do significado dessa data para a classe dos Corretores: “É um momento de reflexão de todas as nossas conquistas. A importância está na nossa união, pois só assim poderemos conquistar muitos outros desafios.


Fonte: http://www.cqcs.com.br/

Novas regras para 1º Habilitação entram em vigor em dezembro

novas-regras-para-primeira-habilitação

No próximo dia 01 de dezembro entram em vigor as novas normas e procedimentos para a formação de condutores, previstas pela Res.493/14, do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

Segundo a Resolução, quem quiser obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B” estará obrigado a cumprir 25 horas aula de prática de direção, sendo 5 horas/aula, no período noturno. Do total desta carga horária, um máximo de 30% poderá ser cumprido no simulador.

As aulas realizadas no período noturno, poderão, de forma facultativa, ser substituídas por aulas realizadas em simulador de direção veicular, limitados a 4 horas/aula.

Alguns estados, como Alagoas (através da Portaria 1647/14) e Rio Grande do Sul (Portaria 378/14), mantiveram o uso obrigatório do simulador.

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito, o objetivo do simulador é permitir que o estudante tenha maior familiaridade com situações de risco, pois o grau de dificuldade aumenta a cada aula. As primeiras começam com conceitos básicos, passando por situações de adversidades, tráfego em vias de grande movimento, pista escorregadia, sob neblina, entre outros, fazendo com que o aluno tenha mais noção antes de encarar o trânsito real de uma grande cidade, suprindo a carência de informação e formação desses condutores.


Fonte: http://portaldotransito.com.br/

%d blogueiros gostam disto: