4 aplicativos para economizar energia elétrica

economizar-energia
Existem alguns aplicativos que podem ajudar o consumidor a reduzir os impactos desse aumento no bolso. Algumas das soluções oferecem calculadoras e simuladores que identificam os gastos dos eletrodomésticos e revelam os principais vilões de sua conta. Também apresentam orientações sobre mudanças de hábitos e substituições de equipamentos. A maioria das opções é gratuita. Veja:
1. Nossa Energia

Lançado pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) em parceria com o Instituto Akatu, o app é gratuito e orienta os usuários em relação ao consumo eficiente da energia. A ferramenta oferece uma calculadora que identifica os gastos de acordo com os eletrodomésticos e o consumo da residência. Está disponível para aparelhos smartphones da versão Android (http://zip.net/bcq3gM).

 

2. Casa Virtual

Desenvolvido pela Furnas Centrais Elétricas, o aplicativo simule o consumo de cada aparelho elétrico, aponta os mais gastões e identifica aqueles responsáveis por onerar a conta de luz. A ferramenta é gratuita e está disponível para o iOS (http://zip.net/bcq3gP) e Android (http://zip.net/bsq3yY).

 

3. Green Outlet

Com o aplicativo, é possível ter um panorama do gasto energético de eletrodoméstico da casa e identificar qual deles podem ser substituídos ou mesmo usar com menos frequência. A ferramenta está disponível no sistema iOS (http://zip.net/bgq297) e custa US$ 0,99 (aproximadamente R$ 2,40).

 

4. Etiqueta Sustentável

O aplicativo traz orientações de como as pessoas podem mudar seus hábitos e contribuir na redução dos impactos ambientais. São 50 dicas sobre uso da água, uso de energia elétrica, cidadania, reciclagem e consumo, cada uma delas com o nível de esforço necessário para realizá-las e o impacto que elas causam no meio ambiente. É gratuito e está disponível no sistema iOS (http://zip.net/blq2MG).

 

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/

7 dicas para manter o seu smartphone sempre seguro

01113038284212

Mantenha os seus apps e o sistema sempre atualizados

Essa dica é uma das principais em qualquer caso, seja no computador ou mesmo nos seus aparelhos móveis. A maior parte das atualizações de programas e do próprio sistema pode não mudar nada visualmente, porém quase sempre trazem pequenas correções em brechas de segurança.

Ou seja, manter os seus apps sempre em dia é uma forma de se prevenir contra o acesso não autorizado de outras pessoas, principalmente se estes programas tiverem permissões avançadas dentro do seu próprio dispositivo.

Senha e tela de bloqueio são fundamentais!

Ninguém quer ser roubado, mas pare por alguns minutos e pense o que aconteceria com os seus dados se alguém roubasse o seu telefone. Nem sempre o acesso não autorizado acontece pela rede ou por brechas de privacidade em aplicativos, muitas vezes isso é feito com o telefone em mãos mesmo.

Bloqueie apps e galerias

Além da tela de bloqueio, você pode instalar aplicativos extras que trancam individualmente outras partes do seu telefone. Dessa forma, se alguém conseguir abrir a tela do celular, vai precisar passar por mais uma camada de senhas e padrões para conseguir acessar a sua galeria de fotos, por exemplo.

Use VPN ao acessar redes inseguras

Se você gosta de acessar o WiFi em qualquer lugar em que estiver, é bom ter em mente que este é um hábito extremamente inseguro. Redes públicas possuem baixíssima segurança e você pode, desta forma, estar colocando os seus dados em risco de exposição. O segredo é usar um VPN para mascarar o seu acesso e, assim, tornar mais difícil qualquer tipo de ação maliciosa.

Faça ligações e envie mensagens por apps encriptados

Este passo serve para quem realmente quer dar um passo a mais no quesito segurança de dados. É muito improvável que um usuário comum precise realmente se preocupar com vazamentos de informação durante uma ligação, mas isso pode acontecer, em teoria, com qualquer pessoa.

Se você precisa falar algo que ninguém mais pode ouvir ou mesmo se você não quer deixar rastros com a sua operadora, usar um aplicativo de encriptação de ligações e mensagens pode ser uma boa saída.

Um segundo telefone pode ser necessário

Se você trabalha com informações sensíveis e não pode de jeito nenhum se dar ao luxo de ter qualquer tipo de dado vazado, é bom se preparar para ter dois telefones sempre com você. Um segundo aparelho é a solução mais drástica de segurança e é uma boa pedida para pessoas que carregam segredos de mercado, por exemplo.

Aplicativos, joguinhos e temas instalados no aparelho, mesmo que de forma inocente, abrem várias brechas no telefone. Se você realmente for alvo de pessoas que precisem acessar informações no gadget, qualquer porta aberta pode ser fatal, então não é exagero ter um segundo aparelho apenas para ligações encriptadas e armazenamento de dados sensíveis.

Contrate um seguro para o seu smartphone

Para garantir indenização por perdas ou danos materiais causados ao seu smartphone por acidente
de causa externa, inclusive roubo e furto qualificado, contrate um seguro para seu smatphone e outros equipamentos portáteis clicando aqui.

 

Fonte: TecMundo

Arco perto de sair do papel

O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101
O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101

 

A licitação para o lote 2 do Arco Metropolitano parece estar mais perto de sair do papel. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) entregou, esta semana, à Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH) as informações que estavam faltando para concluir a análise do licenciamento ambiental desse trecho da obra, que vai ligar Suape a São Lourenço da Mata. No meio político, a expectativa é de que a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), lance o edital para a contratação de obras do lote 2 na visita que fará a Pernambuco para a inauguração da montadora da Jeep na próxima terça-feira.

O Arco Metropolitano é fundamental para melhorar a mobilidade do Grande Recife, porque vai implantar uma alça viária ligando Suape, no Litoral Sul, a Goiana, na Mata Norte, sem passar pelos congestionamentos frequentes da BR-101.

Quando a fábrica da Jeep decidiu se instalar em Pernambuco, o governo do Estado assumiu a obrigação de fazer a obra ainda na gestão do governador Eduardo Campos (PSB), morto em agosto último. Na época, a obra era uma estrada com uma extensão de 98 km e um orçamento superior a R$ 1 bilhão. É um empreendimento importante para escoar os veículos a serem produzidos pela Jeep.

No entanto, o lote 1 ainda não tem data para lançamento da licitação. Ele ainda não tem traçado definido porque o projeto original cortava a Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, região que abriga mananciais de alguns rios que abastecem a Zona Norte do Grande Recife, o que gerou protestos de ambientalistas que ameaçaram usar os meios legais para embargar a obra, caso ela fosse realizada.

A reportagem do JC procurou a CPRH e o Dnit, mas ambos não se pronunciaram sobre o assunto. Há duas semanas, o Dnit e a CPRH fizeram um acordo de que o primeiro enviaria as informações que estavam faltando até a última quinta-feira e a CPRH se comprometeria a emitir a licença ambiental até a próxima segunda-feira. Por isso, surgiu essa expectativa do lançamento do edital na próxima semana. O lote 2 está num processo de licenciamento pela CPRH desde novembro do ano passado.

O projeto do Arco é apontado como solução para melhorar a mobilidade do Grande Recife desde 2008. O acerto para lançar o edital de licitação do lote 2 entre o governo do Estado e o governo federal ocorreu num encontro no dia 8 de maio do ano passado entre o então governador João Lyra Neto (PSB) e o ministro dos Transportes da época, César Borges (PR), quando ficou acertado que o edital do lote 2 seria lançado em junho de 2014 pelo governo federal. Nesse encontro, o empreendimento foi dividido em dois lotes para a execução das obras.

 

Fonte: Jornal do Commercio

%d blogueiros gostam disto: