Terminal tem licitação

Salão Pernambuco, que integra Terminal Marítimo de Passageiros, no Bairro do Recife (Foto: Marina Barbosa/G1)

A empresa interessada em arrendar o terminal de passageiros do Porto do Recife deverá fazer um investimento de R$ 3,8 milhões no empreendimento. O valor foi definido pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e apresentado numa audiência pública que ocorreu ontem no Teatro do Brum, no Centro de Convenções. O evento marca o início da licitação que vai escolher um operador privado para o terminal. Essa concorrência era esperada desde o ano passado, já que as obras do empreendimento foram concluídas em agosto de 2013. O terminal foi construído para receber os turistas que chegaram ao Recife de navio na Copa do Mundo de 2014.O investimento a ser realizado pelo empreendedor será gasto em melhorias como esteiras rolantes para bagagens, guichê de atendimento aos turistas, entre outros. O arrendatário do terminal resultará num pagamento mínimo de R$ 148 mil por mês ao Porto do Recife.

Segundo as informações da Antaq, o operador do terminal poderá cobrar R$ 87 de taxa de embarque ou desembarque e R$ 54 pelo passageiro em trânsito. As duas taxas serão pagas pela operadora turística. O vencedor da licitação será o projeto que apresentar o maior percentual de desconto em ambas as taxas.

Até o dia 17, a Antaq vai receber contribuições para a licitação pelo site (www.antaq.gov.br). O diretor da Antaq Fernando Fonseca não arriscou uma data para a conclusão da concorrência. “Imaginamos que na próxima temporada, o terminal seja operado pela iniciativa privada”, afirmou. Isso significa setembro de 2015.

Com a nova lei dos portos promulgada pela presidente Dilma Rousseff (PT) no ano passado, os portos perderam a autonomia para lançar licitações de arrendamento, que passaram a ser realizadas somente pela Antaq a qual passou mais de 16 meses para iniciar uma licitação no Porto do Recife.


Fonte: http://www.mgcomunicacao.com/

%d blogueiros gostam disto: