ANS autoriza reajuste de até 14,01% para planos de saúde contratados até 1998

img ANS
05/07/2016 / Fonte: Extra Globo

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) limitou os índices máximos a serem aplicados aos contratos de planos de saúde individuais antigos, contratados antes de janeiro de 1999, de quatro operadoras que assinaram Termos de Compromisso (TC). A medida afeta cerca de 316.920 beneficiários de planos de saúde de determinados planos antigos das seguintes operadoras: Amil, Bradesco Saúde, Sul América e Itaúseg Saúde.

Segundo a agência reguladora, a medida atinge apenas 0,65% do total de beneficiários de planos de assistência médica no Brasil. O maior reajuste será para a Amil Assistência Médica Internacional, em que 17.779 beneficiários terão aumento de até 14,01%. Já o limite autorizado para as demais operadoras foi de 13,47% e afetará 154.632 clientes da Sul América Companhia de Seguro Saúde, 133.775 beneficiários da Bradesco Saúde e 10.735 clientes da Itaúseg Saúde.

Caso as operadoras ultrapassem os percentuais definidos, estão sujeitas a autuações e multas. Será permitida cobrança retroativa de até dois meses, se houver defasagem entre a aplicação do reajuste e o mês de aniversário do contrato. Por exemplo: se o aniversário do contrato é em junho e o reajuste for aplicado em agosto de 2016, será permitida a cobrança retroativa no próprio mês de agosto e no mês de setembro dos valores que não foram aplicados nos meses de junho e julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: