Arco perto de sair do papel

O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101
O Arco Metropolitano vai permitir os motoristas irem de Suape a Goiana sem passar pelos congestionamentos da BR-101

 

A licitação para o lote 2 do Arco Metropolitano parece estar mais perto de sair do papel. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) entregou, esta semana, à Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH) as informações que estavam faltando para concluir a análise do licenciamento ambiental desse trecho da obra, que vai ligar Suape a São Lourenço da Mata. No meio político, a expectativa é de que a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), lance o edital para a contratação de obras do lote 2 na visita que fará a Pernambuco para a inauguração da montadora da Jeep na próxima terça-feira.

O Arco Metropolitano é fundamental para melhorar a mobilidade do Grande Recife, porque vai implantar uma alça viária ligando Suape, no Litoral Sul, a Goiana, na Mata Norte, sem passar pelos congestionamentos frequentes da BR-101.

Quando a fábrica da Jeep decidiu se instalar em Pernambuco, o governo do Estado assumiu a obrigação de fazer a obra ainda na gestão do governador Eduardo Campos (PSB), morto em agosto último. Na época, a obra era uma estrada com uma extensão de 98 km e um orçamento superior a R$ 1 bilhão. É um empreendimento importante para escoar os veículos a serem produzidos pela Jeep.

No entanto, o lote 1 ainda não tem data para lançamento da licitação. Ele ainda não tem traçado definido porque o projeto original cortava a Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, região que abriga mananciais de alguns rios que abastecem a Zona Norte do Grande Recife, o que gerou protestos de ambientalistas que ameaçaram usar os meios legais para embargar a obra, caso ela fosse realizada.

A reportagem do JC procurou a CPRH e o Dnit, mas ambos não se pronunciaram sobre o assunto. Há duas semanas, o Dnit e a CPRH fizeram um acordo de que o primeiro enviaria as informações que estavam faltando até a última quinta-feira e a CPRH se comprometeria a emitir a licença ambiental até a próxima segunda-feira. Por isso, surgiu essa expectativa do lançamento do edital na próxima semana. O lote 2 está num processo de licenciamento pela CPRH desde novembro do ano passado.

O projeto do Arco é apontado como solução para melhorar a mobilidade do Grande Recife desde 2008. O acerto para lançar o edital de licitação do lote 2 entre o governo do Estado e o governo federal ocorreu num encontro no dia 8 de maio do ano passado entre o então governador João Lyra Neto (PSB) e o ministro dos Transportes da época, César Borges (PR), quando ficou acertado que o edital do lote 2 seria lançado em junho de 2014 pelo governo federal. Nesse encontro, o empreendimento foi dividido em dois lotes para a execução das obras.

 

Fonte: Jornal do Commercio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: