Os carros menos protegidos contra furto do Brasil

Ladrão de carro

 

Quem pretende comprar um carro e quer se preocupar menos com a possibilidade de furto deve evitar modelos que oferecem poucos acessórios de segurança.

Para mostrar quais são os veículos que possuem menos itens de proteção e facilitam esse tipo de crime, o Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) divulga o Índice de Furto. O levantamento aponta quais são os modelos e versões de carros menos seguros do mercado dentre os veículos mais vendidos no Brasil. São consideradas apenas as versões mais novas de cada carro.

Ao elaborar o ranking, o Cesvi verifica se o carro possui seis itens, considerados os mais importantes para evitar furtos: alarmes; chaves que abrem o carro à distância e dispensam o encaixe (espécie de fechadura do carro), que pode ser violado; chaves com códigos criptografados, que impedem que outras chaves abram a porta do veículo; vidros laterais laminados, que têm proteção extra e não quebram facilmente; trava automática do volante; e bateria escondida, que dificulta que o alarme do carro seja facilmente desligado pelos bandidos.

O Índice de Furto do Cesvi varia de um a cinco. Quanto menos acessórios o modelo oferece, menor é a sua pontuação. Nesta galeria, foram considerados menos protegidos os carros que tiveram índice igual ou inferior a dois, que incluem apenas um ou dois dos seis itens citados.

 

Fonte: Exame.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: